Sensibilidade de ISO. Aula 4.

Introdução. Curso básico de fotografia 

Aula 1. Câmera fotográfica

 Aula 2. Abertura do diafrágma

Aula 3. Velocidade do obturador

O ISO de um sensor de imagens digital ou de uma película fotossensível, está ligado a quantidade de luz e ao tempo que precisamos para a formação de uma imagem. Funciona da seguinte maneira, o número maior do ISO necessita de uma menor quantidade  de luz para a formação de uma imagem e vice versa. Quando aumentamos a sensibilidade de ISO reduzimos a quantidade de luz necessária para a formação  de uma imagem com isto podemos reduzir o tempo de exposição, o grande problema é que o ISO alto também reduz a qualidade da imagem.

Quando usar o ISO alto?

Quando a ocasião exige, por exemplo em situações de baixa condição de luz, onde mesmo usando a abertura máxima da lente a velocidade do obturador fica abaixo do desejado, aí nossa imagem sai tremida. nesta ocasião não temos outra opção a não ser aumentar o ISO até obtermos a velocidade desejada.

Canon xti

Exemplo da Canon xti em ISO 800

Na ocasião da foto acima por exemplo eu estava usando a Canon XTI (400D), em ISO 800 a velocidade que eu conseguia era 1/30s em média, como eu não gostava do ISO 1600 dela eu usava todas minhas técnicas para fotografar em velocidade baixa mas não abria mão do ISO 800, este era o máximo que eu usava.

Outro caso é quando estamos fotografando esportes ou cenas que envolvem movimentos muito rápidos, então notamos que nossas imagens começam ter o famoso borrão (desfoque de movimento), mas acontece que nós queremos congelar a cena, impedindo isto.

Neste caso então somos obrigado a aumentar o ISO até que se obtenha uma velocidade mínima desejada e os borrões (Desfoque de movimento) deixem de aparecer.

Qual o ISO máximo devo usar?

Tudo depende de você e de sua câmera.  Faça testes em ambientes diferente usando todos os valores de ISO disponíveis em sua câmera, depois avalie os e veja qual é o valor máximo você consegue usar  com qualidade de imagem aceitável.

Memorize-o pois isto varia conforme a câmera, gosto de cada profissional e até mesmo o gosto do cliente. De nada adianta eu, você, fulano ou ciclano dizermos que os ruídos estão aceitáveis e seu cliente dizer o contrário. O patrão (Cliente) é quem deve gostar de nosso trabalho.

Estes são alguns exemplos que acontecem, nós temos três parâmetros, Abertura, Velocidade e ISO. Chegamos na abertura máxima, na velocidade mínima, temos que recorrer ao ISO, não tem outra solução. Por isto é interessante sabermos qual ISO máximo e também a velocidade mínima que conseguimos trabalhar, caso contrario a situação se complica.

Até aí acho que tudo bem não é?

 Agora vamos conhecer um outro elemento que é responsável por nos dar a informação para que possamos ajustar a abertura do diafragma velocidade do obturador e ISO.

Aula 5. O fotômetro